DEPRESSÃO

Como de costume, preciso agradecer aos meus leitores! Mais de 600 acessos! Isso é uma onda, e ela se chama PENSE SAÚDE! Vocês querem mesmo mudar, não é? Obrigada por confiarem neste trabalho, por se darem a oportunidade de experimentar...já temos até seguidores, mas sigam antes de qualquer coisa, o próprio coração...estamos juntos nessa empreitada!


Talvez nenhuma outra enfermidade assolará o mundo atual com tanta força como a depressão. Com sintomas como baixa auto-estima, tristeza, angústia, medo, insegurança, sono ou insônia, choro constante, entre outros, essa doença está se manifestando em crianças, adolescentes, adultos e idosos, de forma indiscriminada. Muitas vezes mal interpretada por parentes e conhecidos, a depressão é considerada frescura ou entendida com falta de vontade de melhorar. Mas a questão não é bem assim. Depressão é uma doença. Existe um desequilíbrio químico e existe um fator emocional. Se não for devidamente cuidada, alguns casos podem levar ao suicídio.

Existe um aspecto interessante na depressão que é o estar centrado no seu próprio problema. Muitas vezes, como a pessoa não consegue desenrolar os fios da vida, como as coisas não andam, fica absorto naquele pensamento e pelo apego às questões insolúveis, se deprime, impedindo que a criatividade floresça e que soluções apareçam. Existem situações em que a pessoa se encontra num beco sem saída e nada parece funcionar, não é verdade? Mas tudo tem uma saída, pode acreditar. Nem sempre é a que queremos, mas a que precisamos vivenciar para nossa evolução. Por isso, se não entendermos que viemos a esse mundo com uma missão não entenderemos essas dificuldades e tentaremos cada vez mais controlar nossa vida, perseguir objetivos impossíveis e pautar nosso entendimento sobre as dificuldades em idéias materialistas. Interessante é que embora as estatísticas apontem o crescimento dos casos de depressão, ela não é um mal da atualidade. Estudos revelam que desde a Antiguidade a depressão se fazia presente, denominada de melancolia ou até como demônio do meio-dia, ela estava lá. Segundo o artigo de Cintia Adriana Vieira Gonçales e Ana Lúcia Machado “é interessante observarmos que muitas concepções atuais da depressão estão firmemente arraigadas nos pensamentos da Idade da Razão. As questões do ócio, preguiça, falta de vontade e a necessidade do trabalho braçal ainda podem ser percebidas em alguns meios, quando ouvimos frases como: depressão é doença de quem não tem o que fazer e o remédio é um tanque cheio de roupa suja para lavar”. Estamos por demais preocupados com a vida porque somos materialistas. A evolução racional nos afastou das Leis da Natureza. Será que viemos a este mundo somente para estudar, fazer pós-graduação, mestrado, doutorado, casar, ter filhos, viajar, comprar uma casa própria, criar blogs e tantas outras coisas mais? Isso parece demasiadamente pouco para nossa capacidade como Ser Humano. É preciso pensar sobre a missão da alma. Qual o meu papel aqui e agora? Saindo deste centro de si mesmo perceberá quantas pessoas estão em situação muito pior que a sua e aí terá um motivo para começar a agradecer, para mudar o foco de si para o outro e aí descobrir a sua missão. A prática altruísta é um bom começo para cuidar da depressão. Saia de si, do seu mundo e venha para o nosso mundo, você não vai se arrepender.
Peça ajuda porque uma das características da depressão é a inação, não por vontade, mas por incapacidade de agir. Uma vez me disseram que era menos doloroso permanecer nessa inércia do que dar um passo para realizar algo. Isso é muito triste, é uma morte lenta. O papel das pessoas que lidam com o deprimido é fundamental. Esqueçam as broncas. Bronca se dá quando a pessoa tem condição de lidar com ela. Uma “lição de moral” para um deprimido pode custar caro. Substitua a bronca por amor e ajude-o a procurar um tratamento. É preciso paciência e perseverança para conviver com isso, mas nada que o verdadeiro amor não consiga superar, afinal, queremos ver aqueles que amamos felizes.


Lembre-se, então, de dois sentimentos caso você esteja deprimido: egoísmo e apego. Desapegue-se dos “problemas”, deixe a mente criativa apresentar as soluções. Doe parte do seu tempo a alguma causa. Você verá como está colocando energia demais em coisas pequenas. Reflita sobre isso como uma folha em branco. Isso não é uma bronca, mas meu sincero desejo de que você encontre a saída e volte a SER FELIZ!

Considerando o aspecto nutricional da depressão, se ligue nos Alimentos Amigos:

- Vitamina C – tomate, frutas cítricas, folhosos verde escuros, pimentão, goiaba, kiwi, caju.

- Vitamina B1 – germe de trigo, ervilha, pão e cereais integrais, semente de girassol, amendoim.

- Vitamina B3 (niacina) – fígado, carnes magras, peixes oleosos, queijos, cogumelo, ovos, ovas de peixe, vegetais folhosos, aspargo e batata.

- Vitamina B6 – gérmen de trigo, banana, couve-flor, agrião, peru, castanhas, nozes, peixe, pimentão, abacate, semente de gergelim.

- Vitamina B9 (ácido fólico) – salsinha, agrião, espinafre, endívia, brócolis japonês, beterraba crua, gérmen de trigo, nozes, amendoim.

- Vitamina B12 - tiamina, riboflavina, ácido fólico

- Ômega 3 – arenque, sardinha, atum, salmão, linhaça.

- Ferro – fígado, sardinha, mexilhão, vegetais verdes folhosos, damasco seco, tofu, grãos e ameixa seca.

- Cobre - frutos do mar, cereais integrais, curry, fígado e gérmen de trigo.

- Magnésio - cereais integrais, gérmen de trigo, nozes, damasco, tofu, grãos de soja, tomate, acelga.

- Alimentos Orgânicos reduzem a carga de agrotóxicos que atuam no sistema nervoso central levando a alteração de humor. Os casos de suicídio são comprovadamente altos entre agricultores que aplicam agrotóxicos na lavoura.



Seus Inimigos...


- Consuma menos proteínas (alimentos de origem animal) e tenha cuidado com a cafeína, o álcool e o açúcar.

- Evite: doces em geral, leite e derivados, refrigerante e álcool, carne vermelha.



DICA NUTRICIONAL:

Shake da Alegria:

Extrato de Soja: 02 col de sopa

Castanha-do-pará: 02 unds

Farelo de Arroz: 01 col de sopa

Farinha de linhaça dourada: 01 col de sopa

Banana prata: 01 und

Água: 180 ml

Mel (contra-indicado em casos de diabetes e obesidade. Substitua por stevita.).

Liquidificar e beber em seguida.

Tomar pela manhã ou como lanche da tarde.



DICA EMOCIONAL:

1- Olhe-se no espelho, DIGA SEU NOME E EM SEGUIDA, Eu te amo e te perdôo.

3 a 4 vezes / dia.


2- Diga várias vezes ao dia: EU QUERO ELIMINAR O EGOÍSMO E O APEGO


O óleo essencial de laranja e os florais são um ótimo e eficiente recurso para complementar o tratamento da depressão.



DICA ESPIRITUAL:

1- Busque urgente um trabalho voluntário. Doe amor!


2- Gratidão gera gratidão: agradeça por tudo e por todos, mesmo por aquilo que aparentemente é negativo!



3- CONVITE: Venha para o NOSSO mundo...sempre tem alguém pior...agradeça e descubra a missão da sua ALMA.






Seja Feliz, querido leitor, e até o próximo encontro com o tema Obesidade, parte 1.




Primeiro Programa de Reeducação Alimentar & Emocional

Maio de 2009.

Local: Tijuca – Rio de Janeiro

02 Módulos de 4 encontros

Número de Vagas: 06 participantes / turma.

Informações: pensesaude@gmail.com